Veículos Elétricos | Volvo V60 PHEV: primeiro híbrido diesel com função ‘plug -in’
16251
post-template-default,single,single-post,postid-16251,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.3,vc_responsive

01 Jun Volvo V60 PHEV: primeiro híbrido diesel com função ‘plug -in’

A Volvo é o primeiro fabricante a utilizar um motor diesel num híbrido com a função ‘plug-in’. Esta solução oferece uma autonomia real em modo elétrico de 35 quilómetros e um consumo de combustível de aproximadamente 3,2 l/100 km. Com um interior onde impera uma elevada qualidade de construção e um nível luxuoso, V60 Plug-In Hybrid carateriza-se ainda por ser um quatro em um: elétrico, híbrido, desportivo e quatro rodas motrizes.

Volvo V60 PHEV1O Volvo V60 Plug-In Hybrid tem a capacidade para percorrer cerca de 35 quilómetros em modo totalmente elétrico. Para o efeito conta com um ‘pack’ de baterias de iões de lítio, localizado por cima das rodas traseiras, com uma capacidade de 11,2 kWh, e um motor elétrico acoplado ao eixo anterior. O utilizador tem ao seu dispor cinco modos de condução: Hybrid, Pure, Power, AWD, Save. Por defeito, sempre que se liga a ignição, entra em funcionamento o primeiro modo, funcionando em simultâneo os dois motores – o elétrico com 68 cv e o diesel de cinco cilindros em linha de 2,4 litros com 215 cv – gerindo as fontes de energia da forma mais eficiente possível, isto é, o motor de combustão só trabalha quando se atinge uma determinada rotação. Caso o condutor tenha preferência por circular apenas em modo elétrico pode selecionar o modo ‘Pure’, que permite percorrer cerca de 35 quilómetros até uma velocidade máxima de 125 km/h. O modo ‘Power’, por sua vez, permite tirar partido da potência combinada de 280 cv do motor elétrico e diesel para garantir um comportamento desportivo a este veículo, que se traduz 6,6 segundos. O reverso da moeda é um consumo de combustível que facilmente pode chegar aos 7,0 l/100 km. A colocação do motor elétrico no eixo traseiro possibilita que a tração possa ser feita às quatro rodas, bastando para isso selecionar a função ‘AWD’ num botão da consola central. O modo ‘Save’, por sua vez, conserva a energia elétrica da bateria para que possa ser utilizada quando se entra numa zona urbana de emissões zero. Existe ainda uma função denominada ‘Charge’, que obriga o motor diesel a funcionar como gerador de energia elétrica, carregando a bateria até esta atingir uma autonomia de 20 quilómetros. Para obter uma carga total, o utilizador terá de ligar o cabo de alimentação a um posto público ou a uma tomada doméstica de 220V, uma operação que pode demorar entre três a sete horas.

Volvo V60 PHEV2Será de referir que o consumo de combustível pode variar entre os 0 l/100 km no modo ‘Pure’ e os 9,0 l/100 km quando se seleciona a função ‘Charge’. Para se obter o mais baixo custo energético possível, a melhor tática será circular sempre com carga na bateria e ligá-la à ‘corrente´ na primeira oportunidade. A marca anuncia um consumo combinado de 1,8 l/100 km e uma autonomia até 50 quilómetros, mas em condições reais de utilização dificilmente se alcançarão esses valores.

Um concentrado de tecnologia como este disponibilizado pela Volvo, que torna o mesmo veículo num elétrico, num híbrido e num desportivo com tração às quatro rodas, tem um preço, que, no caso até, é elevado: 62.700 euros. Isto sem opções. Se incluir pacotes adicionais, o investimento pode subir até aos 69.170 euros. O preço no mercado nacional é elevado, mas o fabricante não estará muito preocupado com essa situação, uma vez que 80 por cento da produção do V60 PHEV se destina à Holanda. Os benefícios fiscais existentes naquele país para veículos elétricos e ‘híbridos plug-in’ fazem deste modelo uma solução muito interessante e procurada pelos consumidores holandeses.

 

Qualidade superior

Volvo V60 PHEV3O Volvo V60 Plug-In Hybrid é proposto numa versão denominada R-Design, que se carateriza por um estilo de cariz mais desportivo, caso, por exemplo, da grelha cromada ou das ponteiras de escape. Essa linguagem de design também se estende ao habitáculo, que apresenta bancos desportivos e volante em couro,  painel de instrumentos desportivo e pedais em alumínio. Num ambiente luxuoso e requintado, onde predomina a elevada qualidade de construção, que se deve aos materiais utilizados e ao rigor da montagem, este híbrido plug-in da Volvo oferece ainda um vasto equipamento. Como já é apanágio da marca sueca, o equipamento de segurança ativa e passiva é um dos pontos fortes e o V60 Plug-In Hybrid não constitui exceção: airbags dianteiros e laterais, adaptative cruise control (ACC), aviso de saída de faixa, sistema de informação de ângulo morto, luz de esquina, faróis com tecnologia Xenon são alguns dos elementos presentes, de série. Quanto ao conforto, destaque para o ar condicionado automático, teto de abrir elétrico, computador de bordo, faróis automáticos, sensor de chuva, sistema de audio integrado na consola com ligações USB e AUX, comunicação sem fios, entre outros.

Volvo V60 PHEV4Muitas das opções estão integradas nos pacotes Xenium (banco passageiro elétrico ou sensores de estacionamento à frente ou atrás), Business (sistema navegação), Light (faróis dual xenon), Security (alarme ou sistema sem chave), ou Family (bancos elevatórios integrdos de duas fases), só para mencionar alguns dos itens presentes na unidade ensaiada.

V60_Exterior_1

 

V60 Hybrid Plug-In em números

 

Preço: 62.700 euros
Custo energia / 100 km: 2,31 euros
Autonomia  bateria: 35 km

 

Ficha técnica

Motor combustão       Diesel 2.401 cc
Potência                   215 cv às 4.000 rpm
Binário                      440 Nm às 4.500 rpm
Motor elétrico            Elétrico síncrono
Potência                   75 cv às 4.000 rpm
Binário                     300 Nm às 4.500 rpm
Bateria                     Iões de lítio
Capacidade               11,2 kWh
Peso                        1.961 kg
Comp/larg/alt (m)    4,63/1,86/1,48
Aceleração 0-100 km  6,1s
Veloc. Max                230 km/h
Consumo                  3,0 a 6,0 l/100 km
Autonomia               35 km (elétrico) 1.000 km (total)
Tempo de recarga      3 a 7 horas
Custo energia por cem quilómetros
Volvo V60 Plug-In Hybrid: 3,82 a 7,07 euros
Volvo V60 D4: 8,61 euros

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
1Commentário
  • Hugo Leite
    Publicado a 23:22h, 07 Junho Responder

    Sou Dono de uma V60 D6… e discordo com os 35Km (reais) em modo eléctrico que mencionam.
    Eu faço facilmente 45km (reais) já cheguei a fazer 65km com uma unica carga!! Depende muito da condução e do percurso que cada pessoa faz e do tipo de condução que cada pessoa tem, (condução defensiva, preventiva, agressiva/stressante…)
    É claro que se eu sair de casa e for em direcção à Serra faço 30Km em modo eléctrico, ou até menos. Mas acho os 50km mencionados pela marca perfeitamente atingíveis. Até porque a Carrinha faz uma média de 20Kwh/100Km… e se fizermos as contas tendo em conta a capacidade da bateria (11.2Kwh – que não são usados na totalidade para proteger a bateria) temos uma autonomia de +/- 50km

    A Maquina tem neste momento:
    19.500Km – 11meses ( média de 60Km/dia ) – Consumo Combinado 3,7l/100km

Postar comentário