Veículos Elétricos | Volkswagen e-up! abre caminho
16199
post-template-default,single,single-post,postid-16199,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.3,vc_responsive

24 Jun Volkswagen e-up! abre caminho

O Volkswagen e-up! marca o início da ofensiva da marca alemã no domínio dos veículos elétricos. Esta primeira proposta constitui uma agradável surpresa. A um comportamento dinâmico interessante junta-se uma autonomia que chega aos 160 quilómetros e um custo de energia de apenas 1,7 euros por cada cem quilómetros.

Esteticamente, pouco difere do up! de combustão. As principais diferenças exteriores consistem nos LED’s diurnos que circunscrevem a curvatura dos extremos do pára-choques, as jantes de liga leve de 15 polegadas que recebem pneus de baixa resistência ao rolamento, o lógotipo da marca sobre um fundo azul com a designação do modelo nas portas dianteiras, embaladeiras e piso inferior aerodinamicamente  otimizados. Com um comprimento pouco superior a 3,5 metros,  o interior oferece uma generosa habitabilidade para quatro pessoas, o que se deve a uma distância entre-eixos de 2,42 metros. A qualidade dos materiais é muito boa para este segmento e a montagem rigorosa.

O tablier é dominado em toda a largura por um plástico lacado a branco, que inclui na consola central os comandos da climatização e do áudio. Por cima encontra-se um ecrã tátil Garmin, denominado pela marca de ‘maps+more’, que compreende o sistema de navegação, assim como várias funções relacionadas com a condução: visualização da autonomia (simples, com regresso e combinado); localização de estações de carregamento (sempre que é introduzido um destino, o utilizador é informado através de um novo indicador de autonomia se é possível percorrer a distância com o atual nível de carga da bateria e, em caso negativo, permite planificar as respetivas paragens nas estações de carregamento indicadas nos locais de interesse); indicação do fluxo de potência e travagem regenerativa; sistema de gestão elétrico, que possibilita programar o tempo de carregamento e a pré-programação da climatização.

Volkswagen e-Up_trasEm termos de condução, esta é fácil e intuitiva. Antes de ligar o veículo, o utilizador tem de colocar o pé no pedal do acelerador e aguardar que a agulha do velocímetro gire desde o ponto inicial até ao máximo, regressando depois ao ponto original. Os indicadores no painel de instrumentos iluminam-se e o indicador de carga da bateria indica o nível atual, mudando o indicador de energia de ‘Off’ para ‘On. Por fim, surge a mensagem ‘Ready’ no visor central, sendo acompanhada por um sinal sonoro. Depois basta libertar o travão de estacionamento, colocar a alavanca da caixa de uma velocidade no modo ‘D’ e iniciar a marcha.  O Volkswagen e-up! arranca silenciosamente e, como em todos os veículos elétricos, impressiona pela aceleração, que pode ser bastante forte e rápida, uma vez que o binário máximo está imediatamente disponível.

O motor síncrono permanente de 62 kW (82 cv) oferece uma performance bastante interessante, designadamente uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 12,4 segundos, mas a velocidade máxima está limitada eletronicamente a 130 km/h, para não penalizar o consumo de energia. O computador de bordo indicou uma média de 12,2 kWh por cada cem quilómetros, o que para um preço de 14 cêntimos por kWh (tarifa baixa tensão EDP até 20,7 kVa) se traduz num custo de energia de apenas 1,7 euros. Em comparação, o Volkswagen up!, equipado com motor de três cilindros a gasolina e com um consumo médio de 6,0 l/100 km, necessita de 9,7 euros para percorrer os mesmos cem quilómetros. Por sua vez, a autonomia de 160 quilómetros é mais do que suficiente para a maioria das deslocações pendulares e urbanas.

As baterias de iões de lítio, que pesam 230 quilogramas, estão localizadas sob o eixo traseiro e proporcionam uma maior estabilidade ao veículo. O reverso da medalha é que tiram espaço disponível na bagageira, mas que é suficiente para algumas compras de fim de semana ou para transportar alguma bagagem de mão. Para um citadino ‘puro’ mais não é necessário. Em termos de preço de aquisição, o Volkswagen e-up! é proposto por 25.700 euros, valor que inclui a bateria. A garantia do veículo é de dois anos e a da bateria de oito anos.

 

Três perfis de condução

IMG_5120O Volkswagen e-up! oferece ao utilizador três perfis de condução: ‘Normal’, ‘Eco’ e ‘Eco +’. Estes modos são acionados por botões localizados junto ao seletor de uma caixa que só  tem uma velocidade.  O veículo arranca sempre em modo ‘Normal’, que está vocacionado para trajetos curtos, rápidos e poucas preocupações relativamente ao consumo de energia, uma vez que aproveita toda a potência do motor elétrico. Caso se pretenda alargar a autonomia, o utilizador pode selecionar o modo ‘Eco’. Neste caso, a potência máxima do motor elétrico diminui de 62 kW (82 cv) para 50 kW (67 cv) e a velocidade fica limitada a 115 km/h em vez dos 130 km/h. Simultaneamente, o sistema eletrónico reduz a potência do ar condicionado, enquanto a curva de binário passa a ser mais plana. No modo ‘Eco+’, a potência máxima do motor para 40 kW (55 cv), assim como do climatizador. Por sua vez, a curva de resposta do acelerador torna-se ainda mais plana do que no modo ‘Eco’  e a velocidade máxima não ultrapassa os 90 km/h.

Em associação com os três modos de condução estão disponíveis quatro estágios de travagem regenerativa — ‘D1’, ‘D2’, ‘D3’ e ‘B’ – que permitem estender a autonomia e estão acessíveis através de toques laterais na alavanca da caixa, a qual tem um ‘layout’ idêntico à de um veículo com caixa de velocidades automática. O e-up! arranca em modo ‘D’, isto é, sem recuperação da travagem regenerativa . O estágio ‘D1’ permite retardar intencionalmente a desaceleração do veículo, aliviando ligeiramente a pressão do pé sobre o pedal do acelerador.  Nos modos ‘D2’, ‘D3’ e ‘B’, o nível de desaceleração é cada vez mais intenso, que faz ativar automaticamente as luzes de travagem. Contudo, se a bateria estiver totalmente carregada não se obtém qualquer regeneração de energia de travagem.

 

Único nível de equipamento

IMG_5118O Volkswagen e-up! é proposto num único nível de equipamento, que até é bastante generoso, uma vez que compreende o sistema de navegação ‘maps+more’, ar condicionado automático Climatronic, display multifunções, párabrisas aquecido, bancos aquecidos, vidros traseiros escurecidos, serviços móveis ‘Car Net’, os quais podem ser controlados por ‘smartphone’. A dotação de série abrange ainda airbag duplo e lateral, ABS, controlo de estabilidade, cruise-control, volante multifunções, computador de bordo, ligação USB e AUX, sensores de estacionamento traseiros, vidros elétricos dianteiros (os traseiros abrem em…compasso!). O preço de venda ao público é de 25.700 euros.

 

Três modos de carregamento

IMG_5144

O e-up! aceita três formas de carregamento. A mais simples para quem tenha garagem consiste em ligar o cabo de carregamento, que é de série, a uma tomada doméstica de 230 V. O tempo de carga completa, a oito Amperes e potência de 2,3 kW, pode atingir as nove horas, especialmente se a bateria estiver quase descarregada. Em opção, a Volkswagen disponibiliza uma ‘wallbox’ para uma garagem ou lugar coberto, que oferece uma potencia de carga de 3,6 kW, uma vez que carrega a 16 A. Nesse caso, o tempo de carga diminui para seis horas, que é idêntico ao obtido num posto de abastecimento público da rede Mobi.e. Finalmente, existe igualmente a possibilidade de utilizar um cabo de carregamento com corrente contínua (DC), que permite ligar a um posto público de carga rápida a 40 kW, o qual carrega 80 por cento da bateria em aproximadamente meia hora.

 

FICHA TÉCNICA

 

IMG_5111Motor                                      Elétrico síncrono permanente
Potência                                 82 cv/12.000 rpm
Binário                                   230 Nm
Bateria                                    Iões de lítio
Capacidade                           18,7 kWh
Peso                                          1.139 kg
Comp/larg/alt (m)            3,54/1,64/1,49
Aceleração 0-100 km       12,4 s
Velocidade máxima          130 km/h
Autonomia                            160 km
Tempo de recarga             30 minutos a 9 horas
Preço                                       25.700 euros

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
Tags:
,
Sem Commentários

Postar comentário