Veículos Elétricos | Nissan e ENEL iniciam testes V2G no Reino Unido
17117
post-template-default,single,single-post,postid-17117,single-format-video,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.3,vc_responsive

16 Mai Nissan e ENEL iniciam testes V2G no Reino Unido

A Nissan e a Enel vão iniciar um grande teste de ligação do veículo à rede elétrica, denominado V2G – Vehicle to Grid, no Reino Unido. Será a primeira experiência do género na Grã-Bretanha e será efetuada através da instalação e ligação de cem unidades V2G em locais acordados com proprietários de frotas e privados do Nissan LEAF e do furgão elétrico Nissan e-NV200.

Ao proporcionar aos proprietários de veículos elétricos da Nissan a possibilidade de ligarem os seus veículos ao sistema V2G, estes terão a flexibilidade e o poder de venderem a energia armazenada na bateria do respetivo veículo à National Grid. Este anúncio foi feito no seguimento da assinatura do acordo de parceria V2G Nissan-Enel que se realizou em Paris, em dezembro de 2015, durante a 21.ª Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21) e o posterior arranque, em janeiro de 2016, da instalação de 40 unidades V2G na Dinamarca.

Este anúncio de marca o início de uma nova era para a gestão de energia. Isto não só irá permitir que os proprietários de veículos elétricos da Nissan tenham um papel ativo na estabilidade da rede elétrica, disponibilizando-lhes uma fonte de rendimento alternativa, como também irá revolucionar a forma como a energia elétrica é fornecida à rede elétrica. Uma vez escalada, a tecnologia V2G pode tornar-se um fator decisivo para os proprietários de veículos elétricos da Nissan no Reino Unido, à medida que se tornam participantes ativos e totalmente aptos no mercado energético do país.

De acordo com o presidente da Nissan Europa, o teste no Reino Unido constitui “um significativo passo em frente na gestão das energias renováveis, ajudando a moldar o futuro das indústrias, das cidades e das sociedades. A gestão inteligente de energia é um dos maiores desafios com que qualquer nação se irá deparar no futuro, pelo que este teste é tão essencial na avaliação da viabilidade de utilização de fontes de energia variáveis e mais flexíveis. Encaramos os veículos elétricos da Nissan como as “centrais energéticas” móveis do futuro, sendo pioneiros na apresentação de uma infraestrutura energética autossuficiente que irá ajudar a resolver os problemas de capacidade da rede no futuro.” O responsável da marca japonesa adianta que esta “é a primeira vez que algo do género é feito no Reino Unido e, ao permitir que os clientes vendam energia à rede elétrica, estamos a oferecer um incentivo financeiro para a escolha de uma opção sustentável.”

NissanENELV2G001
Esta iniciativa faz parte do compromisso da Enel e da Nissan em apoiar todo o ecossistema de veículos elétricos, indo para além do próprio automóvel e disponibilizando novos serviços à indústria energética. Além disso, no futuro, haverá um número cada vez maior de veículos elétricos nas estradas europeias e é fundamental que a tecnologia V2G seja implementada de modo a assegurar que a rede elétrica é capaz de responder às exigências de mais energia.

“Estamos muito entusiasmados com o lançamento deste projeto no Reino Unido”, afirmou Ernesto Ciorra, Diretor de Inovação e Sustentabilidade da Enel. “A instalação da nossa inovadora tecnologia de carregamento de duas vias irá encorajar a integração de fluxos de energias renováveis não programáveis na rede elétrica e irá ajudar a difundir a mobilidade elétrica no país, beneficiando o setor energético e o ambiente, e tendo também um impacto positivo nas carteiras dos proprietários de veículos elétricos. O facto de a Nissan ter escolhido a tecnologia de carregamento da Enel para a realização do teste no Reino Unido é a demonstração perfeita do potencial do sistema de carregamento de veículos elétricos V2G do Grupo para revolucionar não só os transportes, mas também a forma de funcionamento da distribuição de eletricidade”.

As projeções do setor mostram que, em 2050, poderá haver o dobro do número de veículos na estrada em relação aos nossos dias: uns impressionantes 2,4 mil milhões. Proporcionar e gerir esse crescimento de forma sustentável para o planeta requer ideias inteligentes.

 A Nissan, como pioneira no setor dos veículos elétricos, juntamente com a Enel, líder mundial em tecnologia de redes elétricas inteligentes e medição de energia avançada. Os veículos elétricos da Nissan serão utilizados para fazer algo mais do que chegar de A a B. Estes irão ser transformados em unidades móveis de energia limpa, energia essa que se não utilizada pode ser devolvida para a rede elétrica, para casas, escritórios, escolas, hospitais e outras instalações.

Steve Holliday, antigo CEO da National Grid, declarou: “Na National Grid estamos constantemente com os olhos postos no futuro para garantir que temos capacidade para responder às necessidades de energia a nível nacional, é nossa missão assegurar o futuro da rede de distribuição nacional. A rápida aceitação dos veículos elétricos é certamente positiva, mas pode também trazer desafios se não planearmos com antecedência. Um dos cenários futuros no setor energético indica que, em 2020, poderão existir até 700 mil veículos elétricos, exigindo 500MW de energia extra. É por este motivo que apoiamos tecnologias inovadoras e projetos pioneiros como este, com potencial para realmente fazer a diferença na forma como gerimos a procura e o fornecimento de energia”.

NissanENELV2G002

Atualmente, se todos os 18 mil veículos elétricos da Nissan em circulação no Reino Unido estivessem ligados à rede elétrica, iriam produzir o mesmo que uma central elétrica de 180MW. Se estes valores forem extrapolados para um futuro em que todos os veículos em circulação nas estradas do Reino Unido fossem elétricos, a tecnologia de ligação do veículo à rede elétrica poderia criar uma central elétrica virtual até 370GW. Esta capacidade energética seria suficiente para alimentar o Reino Unido, a Alemanha e a França.

A tecnologia V2G permite a total integração dos veículos elétricos na rede elétrica e irá ajudar a melhorar a capacidade da rede em termos de gestão de energias renováveis, tornando as fontes renováveis ainda mais integradas e acessíveis. A infraestrutura de carregamento V2G desenvolvida pela Enel proporciona aos proprietários privados de veículos elétricos e a empresas com frotas de grande dimensão a oportunidade de criarem “centrais energéticas” móveis integrando os respetivos veículos na rede elétrica.

O sistema permite que os proprietários de veículos elétricos da Nissan liguem o automóvel à rede elétrica para carregamento em períodos de baixa procura e tarifas reduzidas, com a opção de utilizarem posteriormente a eletricidade armazenada na bateria do veículo em casa e no local de trabalho, quando os custos são mais elevados, ou mesmo devolverem a energia à rede, o que pode gerar rendimentos adicionais para os proprietários.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
Sem Commentários

Postar comentário