Veículos Elétricos | ENEL fornece energia renovável ao Campeonato FIA de Fórmula E
17200
post-template-default,single,single-post,postid-17200,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.3,vc_responsive

27 Mai ENEL fornece energia renovável ao Campeonato FIA de Fórmula E

O grupo italiano ENEL estabeleceu um acordo com a Federação Internacional do Automóvel para o fornecimento de energia elétrica de origem renovável para o Campeonato do Mundo de Fórmula E. O Grupo ENEL tornou-se no ‘Global Power Partner’ do primeiro campeonato do mundo de monolugares elétricos e irá procurar promover o desenvolvimento das infraestruturas tecnológicas desta competição, otimizando a geração de energia verde, bem como a sua distribuição e gestão.

No ePrix de Berlim, no passado dia 21 de maio, a Enel disponibilizou uma mini-rede completamente digitalizada para a Fórmula E, na qual utilizou a sua tecnologia de smart metering para monitorizar os consumos e oferecer ao público a possibilidade de interagir com um sistema energético avançado em tempo real. Os smart meters e os sistemas de gestão de energia foram instalados de forma gradual para, em cada etapa, se registarem os dados de consumo energético de cada equipa e de todo o evento.

Formula-E-Berlin-2016-5D6_3263

A criação de uma mini-rede móvel impede a sobrecarga da rede elétrica das cidades sede das competições e, além disso, a Enel abastece com a sua própria tecnologia de iluminação LED as zonas limítrofes ao espaço dos eventos e instala postos de carregamento para os visitantes e espetadores que utilizem veículos elétricos.

No campeonato 2017-2018, a Fórmula E estará capacitada para instalar uma combinação de painéis solares e geradores alimentados a glicerina, conectados com um sistema inovador de acumulação que distribuirá a energia necessária para o evento. Além disso, a Enel irá estudar a possibilidade de instalar painéis solares também nas outras áreas do grande prémio.

Com a Enel a impulsionar o desenvolvimento das tecnologias de geração renovável, as redes inteligentes e soluções de mobilidade elétrica no sector da energia, a Fórmula E oferece ao Grupo um banco de provas de alta tecnologia para o desenvolvimento contínuo das suas tecnologias de energia verde.

A colaboração permitirá também a Fórmula E ser Carbono Neutro, convertendo o ePrix de Berlim na primeira corrida automóvel com estas caraterísticas. Atualmente, a Fórmula E gera cerca de 30 mil toneladas de CO2 ao ano, segundo dados da Environmental Agency norte-americana, o equivalente às emissões médias anuais de mais de 2.700 famílias americanas.

Embora a organização tenha já assumido o compromisso de reduzir o impacto ambiental, a maior parte das emissões CO2 geradas pelo campeonato advém do transporte das equipas durante a temporada. Assim, a Enel irá trabalhar com a Fórmula E para compensar de forma progressiva estas emissões.

A Fórmula E foi lançada em setembro de 2014, sendo esta a sua segunda edição. Desde o primeiro dia do campeonato que atrai um grande número de aficionados, registando uma audiência televisiva média de 18,3 milhões de pessoas em cada uma das corridas e uma presença de 30 mil espetadores por prova.

Formula-E-Berlin-2016-season-2-2329

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
Tags:
,
Sem Commentários

Postar comentário