Veículos Elétricos | Oslo pode poupar 105 milhões de euros com autocarros elétricos
17398
post-template-default,single,single-post,postid-17398,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.3,vc_responsive

20 Jun Oslo pode poupar 105 milhões de euros com autocarros elétricos

Um estudo da Siemens e da Volvo indica que a cidade de Oslo poderá poupar 105 milhões de euros com a substituição de autocarros diesel por elétricos ou alimentados por biocombustíveis. O estudo incidiu sobre 64 carreiras no centro da capital norueguesa, que, em conjunto, operam atualmente um total de 460 veículos. A opção por um autocarro híbrido ‘plug-in’ permitirá à cidade de Oslo economizar mais de 78 milhões de euros em dez anos relativamente aos atuais autocarros diesel. Em comparação com autocarros alimentados a bioetanol, a poupança poderá chegar aos 105 milhões de euros.

“Embora os autocarros elétricos sejam atualmente mais caros, a longo prazo serão um investimento muito mais rentável. A principal razão é que a eletricidade é uma fonte de energia muito mais económica do que o gasóleo e do que todos os tipos de biocombustíveis. Além disso, com o mesmo nível de energia, um motor elétrico permite uma viagem três a quatro vezes mais longa do que um motor de combustão”, diz Lars Andersen, da Siemens Noruega.

A Noruega pretende substituir os autocarros alimentados por combustíveis fósseis por alternativas elétricas ou alimentadas por biocombustíveis até 2020.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
Sem Commentários

Postar comentário