Veículos Elétricos | Primeiro Toyota Mirai entregue na Noruega
17445
post-template-default,single,single-post,postid-17445,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.3,vc_responsive

01 Jul Primeiro Toyota Mirai entregue na Noruega

Com a entrega do primeiro Toyota Mirai à empresa Uno-X Hydrogen, a Noruega tornou-se no quinto país europeu a comercializar o primeiro automóvel da marca japonesa movido a célula de combustível, que é produzido em série. A Uno-X Hydrogen pretende estabelecer uma rede pública de 20 postos de abastecimento de hidrogénio na Noruega até 2020. A primeira estação será construída em breve e utilizará energia solar excedente, produzida a partir de painéis solares nos telhados dos edifícios de escritórios vizinhos.

Na cerimónia de entrega do primeiro Toyota Mirai na Noruega, o diretor da Uno-X Hydrogen, Roger Hertzenberg, não escondeu a sua satisfação com a receção da viatura, afirmando que a “quer contribuir para tornar os automóveis a hidrogénio uma alternativa real para todas as famílias. Estamos felizes em ver que a maioria do Parlamento Norueguês concordou com um programa de apoio às infraestruturas de hidrogénio. Isto significa que podemos começar a implementar os postos de abastecimento de hidrogénio, necessários para os carros que estão a ser introduzidos no mercado “.

O governo norueguês confirmou recentemente não só o seu apoio a uma rede nacional de postos de abastecimento de hidrogénio e também instituiu programas com o objetivo de alcançar a venda de 50 mil carros movidos a hidrogénio até 2025. O programa oferece muitos incentivos que tornam os carros movidos a célula de combustível ainda mais atrativos: estes carros estão isentos do imposto de registo e imposto sobre o valor agregado, que podem ser muito elevados naquele país. Além disso, o custo de propriedade é ainda mais reduzido para os condutores de automóveis movidos a célula de combustível da Noruega, uma vez que tem uma rede de estradas e ferries, parques de estacionamento e autocarros grátis e redução em 50 por cento nos impostos dos carros que são adquiridos por empresas.

A Toyota tem vindo a empenhar-se na pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de célula de combustível de hidrogénio há mais de 20 anos. O resultado deste trabalho culmina na produção do Toyota Mirai, um carro que emite zero emissões, com uma autonomia de até 550 quilómetros e que pode ser reabastecido entre três a cinco minutos. O Toyota Mirai utiliza eletricidade produzida na bateria de células de combustível, onde o oxigénio reage com o hidrogénio, não deixando emitir outras emissões que não seja apenas vapor de água. A Toyota iniciou a comercialização do Mirai em 2015, encontrando-se atualmente disponível no Japão, Califórnia, Alemanha, Reino Unido, Dinamarca, Bélgica e Noruega. Ainda este ano será lançado na Holanda e na Suécia.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
Sem Commentários

Postar comentário