Veículos Elétricos | Bosch lança serviço de e-Scooters partilhadas em Berlim
17494
post-template-default,single,single-post,postid-17494,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.3,vc_responsive

05 Ago Bosch lança serviço de e-Scooters partilhadas em Berlim

A Bosch lançou um serviço de partilha de scooters elétricas na cidade de Berlim. Denominada comercialmente como “Coup”, a nova opção de mobilidade será assegurada por 200 e-scooters fornecidas pela Gogoro. Os clientes podem encontrar, reservar e utilizar a eScooter mais próxima em qualquer altura. Depois de chegarem ao destino final poderão simplesmente deixar o veículo em qualquer ponto do centro da cidade.

“O serviço Coup pretende ajudar a ultrapassar o desafio da mobilidade urbana”, afirma Markus Heyn, membro da administração da Bosch responsável pelo projeto. A jovem geração em especial exige mobilidade e flexibilidade, mas ser proprietário de um automóvel já não é visto como uma necessidade. “As exigências de mobilidade e a procura estão a mudar. A Bosch quer moldar esta mudança com as suas próprias soluções de mobilidade e serviços”, acrescenta. Como resultado, a Bosch está a trabalhar em soluções conectadas de gestão de estacionamento, sistemas de gestão de frotas baseados na ‘Cloud’ e assistentes de mobilidade baseados em “apps” que suportam a utilização multimodal de diferentes tipos de transporte.

1-BBM-22370Numa primeira fase, as 200 scooters elétricas conectadas estarão disponíveis nos bairros de Mitte, de Prenzlauer Berg, Friedrichshain e Kreuzberg. Têm uma velocidade máxima de 45 km/h, permitindo que sejam utilizadas por pessoas maiores de 21 anos e com carta de condução de automóveis ligeiros. O compartimento para a bagagem por baixo do banco disponibiliza um capacete e duas baterias intermináveis. No futuro será disponibilizado um segundo capacete. A autonomia da e-scooter é de aproximadamente cem quilómetros, mas os utilizadores não terão de se preocupar com o carregamento, uma vez que isso estará a cargo do serviço “Coup”.

O preço de utilização varia entre os três euros por 30 minutos e os 30 euros por um dia completo. O acesso ao serviço é efetuado através de uma ‘app’ , cujo interface intuitivo simplifica a tarde de encontrar, reservar e pagar pela scooter. Mesmo a abertura do compartimento do capacete é controlado por um smartphone, que está ligado à eScooter por Bluetooth.

O projeto Coup contou com a colaboração do fabricante de taiwan, Gogoro. Trata-se de uma start-up fundada em 2011, que rapidamente se tornou num líder global de scooters elétricas e conectadas, que agora estão disponíveis na Europa, graças à “Coup”. A implementação e operação da plataforma de partilha foi realizada ao abrigo de uma colaboração estratégica com a BCG Digital Ventures, uma subsidiária do Boston Consulting Group.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
Sem Commentários

Postar comentário