Veículos Elétricos | Mercedes-Benz apresentou submarca “EQ” para a gama elétrica
17788
post-template-default,single,single-post,postid-17788,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.3,vc_responsive

02 Out Mercedes-Benz apresentou submarca “EQ” para a gama elétrica

Para responder à submarca i da BMW para veículos elétricos, a Daimler criou a submarca Mercedes-Benz EQ e o primeiro protótipo – um SUV – foi apresentado no Salão de Automóvel de Paris. O CEO da Daimler e da Mercedes-Benz Cars, Dieter Zetsche, o EQ introduz os quatro elementos-chave do construtor de Estugarda para a mobilidade do futuro: conetada, autónoma, partilhada e elétrica. A designação “EQ” significa “Inteligência Elétrica” e deriva dos valores “Emoção e Inteligência” da marca Mercedes-Benz.

A nova geração de veículos elétricos será baseada numa arquitetura desenvolvida especialmente para veículos elétricos, que é escalável em todos os aspetos, podendo ser utilizada em todos os modelos: a distância entre-eixos e a largura das vias serão variáveis, assim como todos os outros componentes do sistema, designadamente as baterias, o que se deve ao sistema de construção por módulos. A arquitetura básica está preparada para SUV’s, berlindas, coupés e outros modelos de série.

O primeiro protótipo é um SUV-Coupé, equipado com dois motores elétricos, colocados sobre cada eixos para garantir a tração integral, que disponibilizam uma potência máxima de 300 kW (402 cv) e um binário de 700 Nm. Em termos de prestações, a marca anuncia uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em menos de cinco segundos. A autonomia do Generation EQ Concept é de 500 quilómetros.

Exteriormente, a carroçaria possui tons como o azul e o branco, que, segundo a marca, estão associados à mobilidade elétrica, contando ainda com iluminação “LED”, que reage à aproximação do condutor. A dianteira integra a nova grelha “Black Panel”, envolvida por uma faixa luminosa cuja cor se altera consoante o modo de condução e que também modifica o seu visual, quando o condutor aciona os indicadores de mudança de direção.

O “Generation EQ” recebe as mais avançadas tecnologias para carregamento da bateria, podendo esta operação ser realizada por indução, por uma “wall box” ou por carga rápida (utilizando a norma Combined Charging System – CCS).

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
Tags:
,
Sem Commentários

Postar comentário