Veículos Elétricos | Volkswagen I.D. Buzz recupera espírito do Pão de Forma
18130
post-template-default,single,single-post,postid-18130,single-format-video,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.3,vc_responsive

03 Fev Volkswagen I.D. Buzz recupera espírito do Pão de Forma

O segundo protótipo da família I.D. da Volkswagen, após o I.D. Concept apresentado no Salão de Frankfurt), recebeu a designação I.D. Buzz e assume-se como o Pão de Forma do Século XXI.

Com um comprimento de 4,5 metros e uma lotação para oito ocupantes, este protótipo utiliza a plataforma MEB, que foi desenvolvida especificamente para a gama de veículos elétricos que a marca alemã pretende introduzir até 2025

Para o Volkswagen I.D. Buzz, a marca alemã prevê disponibilizar duas motorizações elétricas: uma com um só propulsor elétrico na retaguarda a desenvolver 272 cv, alimentado por uma bateria de 83 kWh para garantir uma autonomia de 450 km; outra de tração integral com recurso a motores nos dois eixos e com uma potência combinada de 374 cv. As baterias desta versão mais poderosa, com 111 kWh, permitem cumprir 600 km entre carregamentos. A aceleração dos 0 aos 100 km/h é efetuada em 5,3 segundos e a velocidade máxima está limitada eletronicamente a 160 km/h.

Para ambas as situações, a Volkswagen espera vir a disponibilizar tanto a recarga por cabo como a modalidade wireless por indução.

Destaque ainda para a tecnologia de condução autónoma prevista para este veículo, com o volante a recuar para o tabliê, passando a ser possível rodar o banco em 180º. O habitáculo praticamente não tem botões, encontrando-se todas as funções acessíveis através de ecrãs táteis, incluindo um ecrã tipo tablet, que reúne diversos comandos. O I.D. Buzz oferece ainda um head-up display com realidade aumentada e apresentação dos dados em três níveis: projeção das informações relacionadas com o automóveis, incluindo navegação e autonomia; o nível intermédio permite o acesso às informações guardadas num smartphone, alem de dados relativos às localidades que vão sendo atravessadas; o terceiro nível é exclusivo para condução autónoma e possibilita a partilha aravés das redes sociais.

A capacidade de carga é outro dos argumentos do Volkswagen I.D. Buzz e neste capítulo disponibiliza dois compartimentos para bagagens: na dianteira com capacidade de 200 litros e um segundo espaço sobre o banco traseiro com 660 litros.

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
Tags:
Sem Commentários

Postar comentário