Veículos Elétricos | MAN vai iniciar produção de camiões elétricos para testes
18258
post-template-default,single,single-post,postid-18258,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.3,vc_responsive

28 Fev MAN vai iniciar produção de camiões elétricos para testes

A MAN anunciou que irá começar a produzir os primeiros camiões elétricos na sua fábrica de Steyr, na Áustria. Os veículos de distribuição ligeira e média, com peso bruto entre 12 e 26 toneladas, serão utilizados em condições reais de operação por empresas do Conselho Austríaco para a Logística Sustentável (CNL). Para o efeito, as duas entidades assinaram um memorando de entendimento na presença do chanceler austríaco, Jörg Leichtfried.

O acordo foi celebrado na fábrica de Steyr, onde a MAN produz os camiões de transporte de distribuição das gamas TGL e TGM. O plano será iniciar a produção das versões elétricas da gama TGM no final de 2018. “Como o Centro de Modificação de Camiões também está aqui sediado, a fábrica de Steyr é ideal para a produção dos nossos primeiros camiões elétricos. As empresas do CNL irão testar estes veículos na utilização diária”, indica Joachim Drees, presidente do Conselho de Administração da MAN Truck & Bus.

A MAN vai fabricar veículos de teste para as empresas do CNL, para testes práticos iniciais a começar no final de 2017. O CNL tenciona utilizar os camiões elétricos para transporte de distribuição urbana e suburbana a partir de 2020, de modo a contribuir ativamente para a redução das emissões poluentes nas cidades.

As 15 maiores empresas austríacas de transporte, serviços logísticos e produção fazem parte do Conselho para Logística Sustentável (CNL) e pretendem dar um passo em frente no campo da logística sustentável.

O Conselho para Logística Sustentável (CNL) está ligado ao Centro para Mudança Global e Sustentabilidade da Universidade de Recursos Naturais e Ciências da Vida de Viena (BOKU).

“A logística urbana sem emissões de CO2 representa um passo essencial para combater a poluição urbana do ar e as alterações climáticas”, afirma o Vice-Reitor da BOKU, Josef Glößl. “Estamos muito satisfeitos por aqui, na Universidade de Recursos Naturais e Ciências da Vida em Viena, podermos dar um primeiro passo marcante neste percurso. O CNL e a MAN uniram-se como parceiros competentes, com o objectivo de mapear positivamente o futuro da vida urbana.”

Os veículos de teste vão começar a ser utilizados por nove parceiros da CNL – Gebrüder Weiss, Hofer, Magna Steyr, METRO, Quehenberger, REWE, Schachinger, SPAR e Stiegl – em novembro de 2017.

“A criação de cadeias de abastecimento sustentáveis com soluções logísticas inteligentes é um dos principais objectivos da Gebrüder Weiss. Com a utilização de combinação de veículos com reboque mais longos, já criámos uma solução de transporte amiga do ambiente, e com a utilização de eTrucks, esperamos poder garantir aos nossos clientes que até o último quilómetro é livre de emissões de CO2”, explica Wolfram Senger-Weiss, membro do Conselho Executivo da Gebrüder Weiss, referindo-se aos testes com os camiões elétricos.

“A MAN tem um objectivo concreto traçado para os seus camiões e autocarros no que diz respeito à electromobilidade. Estamos a apresentar o nosso primeiro eTruck aqui, e no final do ano estará nas ruas. No final de 2019, vamos iniciar a produção em série de um autocarro urbano completamente eléctrico, e a produção em série do eTruck terá início em 2021. Vamos utilizar uma montagem modular flexível dos componentes, que podemos utilizar para diversas aplicações”, afirma Joachim Drees, explicando a abordagem a longo-prazo da MAN ao sector dos veículos movidos a eletricidade.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
Tags:
, ,
Sem Commentários

Postar comentário