Veículos Elétricos | Italian Volt entra no mercado com moto Lacama
18372
post-template-default,single,single-post,postid-18372,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-7.6.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.3,vc_responsive

03 Abr Italian Volt entra no mercado com moto Lacama

A start-up Italian Volt vai lançar uma moto elétrica feita à medida de cada cliente em meados de 2017. O primeiro projeto recebe a designação de Lacama  e terá uma carenagem feita a partir de componentes impressos em 3D, permitindo a disponibilização de três versões: Scramber, Roadster ou Café Racer.

A Italian Volt foi fundada em 2016 e, segundo a empresa, resulta de uma experiência acumulada superior a 50 anos na indústria das motos, procurando a excelência e a inovação. Os três fundadores – Nicola Colombo, Valerio Fumagalli e Adriano Stellino –     acreditam no grande potencial de expansão do mercado de motos elétricas. O currículo de Nicola Colombo inclui, além do envolvimento em provas de motociclismo, o recorde no Guiness referente à ligação entre Milão (Itália) e Xangai (China) por moto elétrica, numa distância total de 12.830 quilómetros.

A Italian Volt Lacama tem um peso de 245 quilogramas. O motor elétrico desenvolve um binário máximo de 208 Nm. A velocidade máxima está limitada eletronicamente a 180 km/h. A aceleração dos 0 aos 100 km/h é efetuada em 4,6 segundos. Para carregar cerca de 80 por cento da bateria são necessários 40 minutos, com a utilização de um carregador rápido. Os proprietários poderão ajustar o binário, a travagem e monitorizar o carregamento através de uma “app”. A bateria tem uma capacidade até 15 kWh e uma densidade energética de 11,4 Wh/kg. A autonomia anunciada é de 200 quilómetros.

Os principais componentes da Lacama são fornecidos por marcas de referência nas suas áreas, como a Öhlins no caso das suspensões ou a Brembo nos travões.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
Tags:
Sem Commentários

Postar comentário