Toyota cria protótipo de autocarro a célula de combustível | Veículos Elétricos
18968
post-template-default,single,single-post,postid-18968,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Toyota cria protótipo de autocarro a célula de combustível

A Toyota vai colocar ao serviço um autocarro fuel cell nas ruas de Tóquio já em 2018, que foi desenvolvido com base num protótipo denominado “Sora”. O construtor japonês pretende comercializar esse veículo e tem a expetativa de introduzir mais de cem unidades na área metropolitana da capital nipónica antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 e dos Jogos Paralímpicos.

O Toyota Sora foi projetado com o objetivo de aproveitar as caraterísticas de uma unidade que utiliza a tecnologia da célula de combustível (fuel-cell) e reforçar o conforto dos passageiros que viajam em autocarro.

Ao conceber este veículo, a Toyota pretendeu criar um autocarro que possa ser utilizado em condições normais de operação e para as pessoas, sendo amigável para o ambiente e servindo de contributo para as comunidades para além do seu papel como serviço de mobilidade. O protótipo Sora da Toyota tem um comprimento de 10,52 metros, uma largura de 2,49 metros e uma altura de 3,34 metros. Este autocarro oferece uma lotação para 79 passageiros, incluindo 22 sentados e 56 passageiros, além do motorista.

Em termos tecnológicos, o Sora utiliza o Toyota Fuel Cell System (TFCS), desenvolvido para o modelo de passageiros fuel-cell Mirai, que foi adotado para proporcionar uma elevada performance ambiental sem emissões de dióxido de carbono ou de outras substâncias quando está em operação. A célula de combustível constituída por duas unidades, disponibilizando, cada uma, 114 kW (155 cv) de potência. O Sora conta com dois motores elétricos síncronos, debitando, cada um, 113 kW (154 cv) de potência. O sistema de armazenamento de hidrogénio compreende dez depósitos, oferecendo uma capacidade total de 600 litros.

O Sora vem equipado com uma bateria híbrida de níquel, com uma potência de 9 kW e uma capacidade de 235 kWh, que  pode ser utilizada como uma fonte de energia de emergência após desastres naturais.

O espaço interior do autocarro foi concebido para ser utilizado um elevado número de passageiros, cujo número pode variar ao longo do dia de operação. Os designers da Toyota deram uma atenção especial a aspetos como a conveniência, a segurança e a tranquilidade, com o objetivo de proporcionar uma agradável experiência a bordo.

O compartimento de passageiros do autocarro recebe uma sistema de bancos horizontais, equipado com um mecanismo automático de arrumação, o qual permite libertar espaço para cadeiras de rodas ou carros de bebé. Este mecanismo assegura lugares sentados adicionais para passageiros regulares quando esse espaço não está a ser utilizado.

O Toyota Sora vem equipado com oito câmaras no interior e no exterior do autocarro que permitem detetar peões e ciclistas em redor do veículo, proporcionando uma monitorização periférica que alerta o motorista com sinais acústicos e imagens para melhorar a segurança. O autocarro vem ainda equipado com um sistema de controlo de aceleração, que impede arranques súbitos e garante acelerações suaves, garantindo um elevado conforto aos passageiros em pé. Outro dispositivo introduzido no Toyota Sora foi o sistema automático de controlo de chegada, que deteta uma guia marcada no pavimento, utilizando os sistemas automáticos de direção e desaceleração para imobilizar o veículo a uma distância entre três a seis centímetros na paragem. O Toyota Sora também recebe um sistema inteligente de ligação à infraestrutura – ITS Connect – que apoia a condução e dá prioridade ao transporte público na semaforização.

O design do autocarro adota uma forma estereoscópica que difere do hexágono (forma de caixa) dos autocarros convencionais. O sistema de iluminação é de luzes LED à frente e atrás.

Tags:
,
No Comments

Post A Comment