Gestoras de frotas olham para a mobilidade sustentável | Veículos Elétricos
19290
post-template-default,single,single-post,postid-19290,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Gestoras de frotas olham para a mobilidade sustentável

No próximo dia 30 de janeiro, realiza-se a conferência “Rumo às Zero Emissões em 2030”, uma iniciativa da LeasePlan, que pretende debater políticas públicas e iniciativas privadas em torno da mobilidade sustentável em Portugal. A conferência terá lugar no Lisbon Secret Spot, em Lisboa, e contará com a presença do secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes e do diretor do departamento municipal do ambiente e serviços urbanos do município do Porto, Nelson Pinto.

Este evento surge numa altura em que indústria automóvel apresenta cada vez mais modelos de baixas emissões e de emissões zero, em que os governos estão alerta para as questões ambientais e preparam medidas para tornar o planeta mais sustentável estabelecendo, por exemplo, zonas de baixas emissões para melhorar a qualidade do ar nas cidades.

As empresas devem ser um dos principais agentes de mudança, optando por frotas com propulsões alternativas, híbridas ou elétricas. A LeasePlan é um destes exemplos, “assumindo publicamente que até 2021 irá passar a ter uma frota totalmente elétrica, abraçando os temas chave da modernidade automóvel que passam pela sustentabilidade, a digitalização e o caminho da posse de automóvel próprio à subscrição de um serviço”.

A LeasePlan reforça esta mudança por parte de outras empresas em Portugal e destaca os vários benefícios fiscais, nomeadamente, a “redução e/ou isenção de taxas de circulação, IVA dedutível para as empresas (50%), maior montante dedutível no imposto sobre rendimentos e estacionamento gratuito em Lisboa”. É desta forma que a empresa pretende trazer o tema da mobilidade elétrica para o centro da discussão, colocando as frotas empresariais no cerne de uma mudança que se requer obrigatória.

No Comments

Post A Comment