Carregamento rápido começa a ser pago em junho | Veículos Elétricos
20010
post-template-default,single,single-post,postid-20010,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-13.4,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

Carregamento rápido começa a ser pago em junho

O pagamento nos Postos de Carregamento Rápido (PCR) deverá iniciar-se em junho e no final do ano começam a ser cobrados os carregamentos normais. O anuncio foi feito por Alexandre Videira, presidente da MOBI.E, no âmbito do Fórum Mobilidade Inteligente, promovido pela Nissan dia 7 de fevereiro.

No decorrer da sua intervenção, Alexandre Videira adiantou que a atual rede de carregamentos inclui 608 EVSE (Electric Vehicle Supply Equipment – equipamento de abastecimento de veículo elétrico), 550 carregadores normais e 58 PCR, dos quais 39 integram o projeto piloto e 19 resultam de investimento privado.

Há 69 municípios abrangidos com EVSE e 198 municípios com utilizadores. O presidente da MOBI.E adiantou ainda que o consumo de energia no carregamento de veículos elétricos subiu 171% entre 2016 e 2017, com este último ano a apresentar um registo superior a 2.000 Mwh. No ano passado, foram realizados 233 mil carregamentos por 4.300 utilizadores de veículos elétricos.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someonePrint this page
No Comments

Post A Comment