Van Hool produz 40 autocarros fuel-cell para Alemanha | Veículos Elétricos
20264
post-template-default,single,single-post,postid-20264,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Van Hool produz 40 autocarros fuel-cell para Alemanha

A Van Hool recebeu uma encomenda de dois operadores alemães para o fornecimento de 40 autocarros fuel-cell. A empresa RVK Köln adjudicou 30 veículos e a WSW Wuppertal os restantes dez autocarros. Esta é a maior encomenda de sempre de autocarros a hidrogénio na Europa, que serão produzidos na Bélgica na fábrica de Koningshooikt. As primeiras unidades serão entregues na primavera de 2019.   

Os 40 autocarros a hidrogénio destinados a Colónia e Wuppertal são veículos híbridos (célula de combustível e bateria) baseados no modelo A330 da Van Hool com dois eixos e um comprimento de 12 metros. Os veículos serão equipados com o mais recente módulo de célula de combustível FCvelocity-HD85 da Ballard Power Systems e motores elétricos de tração PEM de 210 kW da Siemens. O autocarro irá ter uma lotação para 29 lugares sentados, dois lugares para passageiros de mobilidade reduzida, além de 46 lugares em pé na versão para Colónia e 49 na de Wuppertal.

A combinação do sistema híbrido e de um depósito de hidrogénio de 38,2 kg assegura uma autonomia de 350 quilómetros, o que é suficiente para um dia de operação. Em conjunto com as baterias de iões de lítio e os motores elétricos, as células de combustível constituem a base deste sistema de propulsão elétrico. O hidrogénio é transformado em eletricidade na célula de combustível, tendo apenas vapor de água com única emissão, enquanto as baterias fornecem a potência adicional sempre que é necessário. O sistema híbrido permite reaproveitar a energia da travagem. O consumo anunciado de hidrogénio é de aproximadamente 8 kg por cada cem quilómetros percorridos.

O concurso público para estes novos autocarros foi lançado no quadro do programa de inovação do Governo alemão para tecnologia de célula de combustível e hidrogénio e é financiado pelo ministério alemão dos transportes e infraestruturas digitais e pelo programa “Fuel Cells and Hydrogen Joint Undertaking (FCH JU), parceria publico-privada europeia que tem como objetivo acelerar a introdução no mercado da tecnologia da célula de combustível e do hidrogénio, no âmbito do programa comunitário “Horizonte 2020”.   

A Van Hool tem vindo a fabricar autocarros a hidrogénio para o mercado norte-americano desde 2005 e europeu desde 2007. Até agora, a marca belga já produziu 53 autocarros fuel-cell, incluindo 21 para a América do Norte e 32 para a Europa. A este número há que acrescentar os oito metros veículos de metro ligeiro de superfície movidos a hidrogénio que estão a ser construídos em Pau (França) e que deverão ser entregues no segundo semestre de 2019.      

No Comments

Post A Comment