Galp vai instalar mais 18 postos de carregamento rápido | Veículos Elétricos
20431
post-template-default,single,single-post,postid-20431,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Galp vai instalar mais 18 postos de carregamento rápido

Em 2018, a Galp vai instalar mais 18 carregadores rápidos de veículos elétrico, chegando ao final do ano com 36 carregadores deste género. Com este reforço da rede, será possível aos utilizadores dos veículos elétricos realizarem viagens de longa distância nas principais vias do país sem a ansiedade de controlo da autonomia das baterias, permitindo a carga de 80% da bateria em cerca de 20 minutos.

Existem atualmente em Portugal cerca de oito mil veículos elétricos cujas vendas têm vindo a duplicar anualmente, nos últimos anos.

Além de garantir as ligações internacionais a Espanha e ao centro da Europa, serão igualmente instalados os primeiros carregadores deste tipo em zonas urbanas, nomeadamente quatro em Lisboa e três no Porto.

“A estratégia da Galp para a mobilidade elétrica foi forjada através de parcerias com a Efacec, que produz e desenvolve os pontos de carregamento rápidos, a mobi.e, que gere a infraestrutura de carregamento elétrico, e os principais construtores automóveis”, explica a empresa de energia em comunicado.

Oito anos de carregamento rápido

O primeiro ponto de carregamento elétrico da Galp – que foi o primeiro ponto de carregamento rápido elétrico instalado num posto de abastecimento de combustíveis em toda a Europa – foi instalado em 2010 na área de serviço de Oeiras, na A5. Seguiram-se Pombal e Aveiras, na A1, que permitiram ligar Lisboa e o Porto em ambos os sentidos.

Em 2016, a Galp instalou novos pontos na A2, entre Lisboa e o Algarve, distribuídos de forma a garantir intervalos adequados à autonomia média dos veículos elétricos e permitindo a ligação do país de Norte a Sul. Em 2017, juntaram-se outros sete carregadores rápidos, alargando a rede para um número total de 18.

No Comments

Post A Comment