Suécia inaugura primeira estrada eletrificada do mundo | Veículos Elétricos
20581
post-template-default,single,single-post,postid-20581,single-format-video,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-13.4,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.5,vc_responsive

Suécia inaugura primeira estrada eletrificada do mundo

O Governo sueco inaugurou a primeira estrada eletrificada do mundo. Os cerca de dois quilómetros de componentes elétricos foram incorporados num troço que liga o aeroporto de Arlanda aos arredores de Estocolmo, sendo o pavimento capaz de recarregar as baterias de veículos elétricos através da transferência de energia. Esta iniciativa faz parte dos planos do Executivo daquele país em diminuir a dependência dos combustíveis fósseis, até 2030.

Para já, são apenas dois quilómetros, mas o plano é estender a rede de estradas eletrificadas por todo o território nacional, segundo avança o The Guardian. Esta inovadora forma de carregamento vai permitir, entre outras vantagens, reduzir o tamanho das baterias e, consequentemente, os custos de produção a estas acarretados.

Detalhadamente, a via agora eletrificada está dividida em secções de 50 metros, sendo cada secção ativada e desativada mediante a circulação dos automóveis elétricos. Assim, é possível calcular o consumo de energia por condutor e os custos da eletricidade consumida. O processo de carregamento é feito com um braço móvel preso à base inferior dos veículos.

Ao jornal inglês, Hans Säll, diretor executivo do consórcio eRoadArlanda, referiu que a Suécia tem cerca de 500 mil quilómetros de estrada, dos quais 20 mil são autoestradas. Para o responsável, a autonomia atual dos veículos elétricos é suficiente para se eletrificarem somente cinco mil destes 20 mil quilómetros, uma vez que a distância entre estas vias não ultrapassa os 45 quilómetros – o suficiente para um automóvel elétrico circular sem carregamento contínuo. Quanto ao custo, estima-se que cada quilómetro eletrificado de estrada possa custar um milhão de euros.

A Suécia pretende ser autossustentável ao nível da utilização de combustíveis fósseis, até 2030, sendo esta uma iniciativa importante e a longo prazo para o concretizar dos objetivos ambientais.

Tags:
,
No Comments

Post A Comment