LeasePlan distingue veículo elétrico no prémio Carro Frota do ano | Veículos Elétricos
20904
post-template-default,single,single-post,postid-20904,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

LeasePlan distingue veículo elétrico no prémio Carro Frota do ano

A LeasePlan distingue há 16 anos os carros para frotas que mais se destacaram em 2017 no segmento de ligeiros de passageiros e, pela primeira vez, distinguiu um veículo elétrico. O vencedor foi o Nissan Leaf Tekna, cuja “avaliação superou o Volkswagen e-Golf e Renault Zoe Intens. As vendas LeasePlan e autonomia do veículo foram fatores diferenciadores deste modelo”, explicou o diretor comercial da LeasePlan, Pedro Pessoa.

A entrega dos prémios decorreu dia 6 de junho, em Lisboa, numa cerimónia onde António Oliveira Martins, diretor-geral da LeasePlan Portugal, afirmou que “os veículos que se destacam nesta 16.ª edição do Carro Frota, dois híbridos e um 100% elétrico, confirmam a alteração do paradigma da mobilidade a que temos vindo a assistir e de que a LeasePlan tem sido pioneira ao assumir o compromisso de liderar a transição de motores de combustão interna para frotas com propulsão alternativa, tendo como objetivo as zero emissões líquidas da sua frota até 2030”.

O prémio absoluto Carro Frota do ano 2018 foi também atribuído ao Renault Megane IV Sport 1.5 dCi, qualificação obtida por ser o carro com a melhor classificação global dos 12 carros em concurso. O mesmo veículo foi ainda distinguido na categoria “Pequeno Familiar”.

Na categoria “Médio Familiar Generalista”, o primeiro lugar foi atribuído ao Passat Variant 1.4 TSI GTE Plug-in, “pela qualidade dos materiais, a facilidade de condução e a caixa de velocidades”, explicou Pedro Pessoa.

O modelo BMW 330e iPerformance Advantage 2.0 venceu na categoria “Médio Familiar Premium”, escolhido sobretudo pelo TCO (Total Cost Ownership), as vendas LeasePlan e as emissões de CO2.

A LeasePlan explanou que os vencedores de cada categoria foram obtidos através de uma análise qualitativa e quantitativa, sendo que ambas as componentes têm um peso equitativo na pontuação final. Em avaliação estiveram três veículos por categoria já pré-selecionados que foram testados em quatro circuitos diferentes, previamente definidos consoante a categoria em que estavam inseridos.

A componente qualitativa foi analisada por um júri composto por 15 clientes de frotas e dois membros da imprensa especializada, que analisaram uma série de critérios como habitáculo, o conforto e a estética, o motor e a dinâmica.

No Comments

Post A Comment