Sistema de propulsão do BMW i8 vence prémio de motor do ano | Veículos Elétricos
20944
post-template-default,single,single-post,postid-20944,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Sistema de propulsão do BMW i8 vence prémio de motor do ano

O sistema de propulsão híbrido plug-in do BMW i8 ganhou o título de “Motor do Ano” pela quarta vez consecutiva, na categoria de 1,4 a 1,8 litros. O título foi atribuído por um júri constituído por 70 jornalistas da imprensa especializada europeia, de 31 países.

Lançada no mercado em 2014, esta solução da BMW já venceu por várias vezes este galardão. No seu primeiro ano de comercialização, o sistema de propulsão híbrido plug-in do BMW i8 também foi eleito o melhor motor na classificação global.

O BMW i8 é o automóvel desportivo do futuro e tem sido o veículo desportivo híbrido plug-in mais vendido do mundo desde o início da sua comercialização há quatro anos. O BMW i3 e o i8 estão nos extremos da gama de modelos eletrificados do BMW Group e constituem a expressão daquilo que já se encontra disponível no mercado. Além disso, a sua tecnologia tem vindo a ser aplicada em outros modelos importantes da BMW. 

Recentemente atualizado, o BMW i8 combina a performance de um automóvel desportivo com o consumo de combustível que é habitual em modelos mais pequenos. O motor de combustão interna de três cilindros desenvolve 171 kW / 231 cv e transmite a potência às rodas traseiras. O motor elétrico, que viu a sua potência aumentar para 105 kW / 143 cv, obtém a energia de uma bateria de iões de lítio, a qual pode ser carregada a partir de uma vulgar tomada doméstica e canaliza a potência para as rodas dianteiras. Este modelo híbrido plug-in oferece uma autonomia em modo elétrico até 55 quilómetros no ciclo de testes europeu. A combinação do motor elétrico no eixo dianteiro e do motor de combustão na traseira cria um sistema de tração às quatro rodas, agarrando o veículo à estrada. O BMW i8 necessita apenas de 4,4 segundos para acelerar dos 0 aos 100 km/h. O consumo anunciado pela marca para o BMW i8 Coupe é de 1,8 l/100 km e 14 kWh/100 km, enquanto no BMW i8 Roadster, recentemente lançado, esse valor é de 2,0 l/100 km e 14,5 Kwh/100 km. As emissões de CO2 são de 42 g/km e 46 g/km, respetivamente.

Tags:
, ,
No Comments

Post A Comment