Rio de Janeiro vai ter bicitáxis | Veículos Elétricos
20995
post-template-default,single,single-post,postid-20995,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Rio de Janeiro vai ter bicitáxis

A partir de 2019, o Rio de Janeiro poderá ter veículos de três rodas movidos a energia solar e elétrica, designados bicitáxis. Este veículo é uma bicicleta que na traseira se colocou uma cabine para transporte do passageiro, nesta zona foi também colocada uma placa de energia solar que permite reabastecer o motor elétrico. Os bicitáxis podem atingir uma velocidade máxima de 30 quilómetros/hora.

O objetivo é alugar este veículo de duas rodas através de uma aplicação que permitirá um método de pagamento à semelhança do que acontece com empresas como a Uber, Cabify, Taxify e outras.

A ideia é de Michael Link, um australiano que vive no Brasil desde 2012. O empreendedor disse numa entrevista ao jornal O Globo que os bicitaxistas vão ter de estar registados como microempreendedores individuais. Michael Link está também em conversações com o metro do Rio de Janeiro para integrar os bicitáxis com aquele meio de transporte da cidade.

No Comments

Post A Comment