Mitsubishi entrega 10 eFuso Canter à Câmara de Lisboa | Veículos Elétricos
21137
post-template-default,single,single-post,postid-21137,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Mitsubishi entrega 10 eFuso Canter à Câmara de Lisboa

A Câmara Municipal de Lisboa já tem em funcionamento para higiene e limpeza da cidade 10 Fuso eCANTER, veículos comerciais de mercadorias 100% elétricos, produzidos pela Mitsubishi Bergé Portugal. Lisboa integra assim um projeto-piloto no qual estão envolvidas, também as cidades de Amesterdão, Berlim, Londres, Nova Iorque e Tóquio.

Na cerimónia de entrega dos veículos, Fenando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, disse que este é mais um passo na “agenda da sustentabilidade, que está no centro da ação política da autarquia“. O autarca reconheceu ainda que, neste caminho da sustentabilidade, o setor da mobilidade é o que enfrenta maiores desafios. Fernando Medina relembrou que Lisboa foi, recentemente, escolhida para ser Capital Verde Europeia em 2020 e, por isso, “todos os dias se vão dar exemplos de como é possível melhorar a gestão ambiental”.

Cada uma das dez viaturas estará ao serviço de dez juntas de freguesia de Lisboa, nomeadamente Arroios, Avenidas Novas, Belém, Estrela, Misericórdia, Parque das Nações, Penha de França, Santa Maria Maior, Santo António e S. Vicente, para utilização no apoio à limpeza urbana.

“Tratam-se de territórios que enfrentam uma maior carga da pressão turística na cidade e por isso mesmo é que, no caso de Lisboa, o projeto-piloto, no qual a Câmara de Lisboa se envolveu, foi financiado pela Taxa Turística”, esclarece o município.

A aposta neste projeto com estas características insere-se igualmente na estratégia de mobilidade sustentável perseguida pela Câmara Municipal de Lisboa. A Fuso eCANTER é o primeiro veículo comercial pesado de mercadorias, com zero emissões e zero ruído, 100% elétrico, com um peso bruto de 7,5 toneladas e uma autonomia real de 100 km.

“Este projeto tem, além do mais, substancial relevância para a economia portuguesa, uma vez que estas viaturas são produzidas em Portugal (no Tramagal) e futuramente serão exportadas para os mercados europeu e dos Estados Unidos da América”, conclui a autarquia.

À margem do evento, Francisco Geraldes, diretor-geral da Mitsubishi eFuso em Portugal, adiantou à Veículos Elétricos que “a fase de projeto-piloto irá decorrer ainda durante o próximo ano e meio” e só depois se iniciará a “pordução para clientes finais”.

O mesmo responsável destacou que em todas as cidades envolvidas no projeto-piloto tem havido grande entusiasmo no momento de receber as vaituras, o que dá “sinais extremamente entusiasmantes para o que pode vir a ser o potencial de produção destes carros”.

1 Comment
  • Luís Alves
    Posted at 10:58h, 25 Julho Responder

    Portugal sempre se adaptou, aqui está mais um exemplo do melhor e mais inovador que se faz em Portugal. O país é um todo, pois a fábrica fica no interior de Portugal. Parabéns, à vontade dos portugueses em vencer, e em especial aos colaboradores da empresa, pela capacidade de construírem um camião amigo do planeta.

Post A Comment