Live Electric Tours inaugura primeira loja em Lisboa | Veículos Elétricos
21322
post-template-default,single,single-post,postid-21322,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Live Electric Tours inaugura primeira loja em Lisboa

A Rua Palmira, 64, em Lisboa, foi a morada escolhida pela Live Electric Tours para inaugurar a primeira loja deste projeto que disponibiliza aos turistas, e não só, veículos 100% elétricos para explorarem a cidade. No dia da inauguração do espaço, a 31 de julho, Djalmo Gomes, CEO e fundador da empresa, anunciou o crescimento da frota até aos 16 carros ainda no mês de agosto. Atualmente, a Live Electris Tours tem sete renault Twizy, equipadoscom GPS e uma câmara que permite partilhar em direto nas redes sociais o percurso que está a ser feito.

À Veículos Elétricos, Djalmo Gomes partilhou que o novo espaço, além de ser um ponto de aproximação com os clientes, vem também facilitar a logística. «Este espaço vai permitir termos dez viaturas a carregar em simultâneo, o que nos permite responder à operação de forma mais eficaz». Encontrar a loja não foi uma tarefa fácil porque era preciso espaço e capacidade para instalar potência suficiente para carregar as viaturas. «Lisboa é uma cidade envelhecida e dos espaços que existem, muito poucos têm capacidadede de ter potência suficiente para a carregar dez carros ao mesmo tempo. Esta loja conseguiu corresponder às necessidades. Fizemos a adaptçao da loja, aumentámos a potência, colocámos novos quadros elétricos e instalámos sistemas de domótica inteligente para carregamento das viaturas. Tudo permite-nos ser autosuficientes», afirma Djalmo Gomes.

No próximo ano, a Live Electric Tours quer alargar fronteiras e já está em negociações para levar a ideia para o Porto e Évora. A internacionalização também está no plano de crescimento da empresa, mas Djalmo Gomes, não quer fazer «promessas», concluindo que «internacionaliazer faz todo o sentido e faz parte do nosso investimento e compromisso com os nossos investidores levarmos este projeto para o estrangeiro».

No Comments

Post A Comment