Mobike recicla as bicicletas partilhadas | Veículos Elétricos
21412
post-template-default,single,single-post,postid-21412,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Mobike recicla as bicicletas partilhadas

O serviço de partilha de bicicletas Mobike pretende dar contributos cada vez mais assertivos para a sustentabilidade. Assim, pretende reciclar as bicicletas que comecem a estar obsoletas. A empresa tem mais de nove milhões de bicicletas e realiza 30 milhões de viagens diárias em 20 países.

A empresa estima que em 2020 mais de dez milhões de bicicletas partilhadas de todo o setor vão ser recicladas, por isso, criou um projeto para reciclar e reutilizar esses equipamentos, seja para novas bicicletas, seja para matéria-prima.

“Pessoalmente estou muito orgulhoso desta iniciativa. Uma simples bicicleta pode mudar o mundo, mas nós devemos garantir que até mesmo quando a bike não pode mais rodar, suas partes podem ser reutilizadas ou serem transformadas em matéria-prima para outros usos”, afirma Chris Martin, vice-presidente de expansão internacional da Mobike.

A Mobike iniciou o serviço de partilha de bicicletas em Shangai, em 2016. Os utilizadores podem optar por bicicleta tradicionais e elétricas que são desbloqueadas com o telemóvel, através da aplicação Mobike. As bicicletas podem ser estacionadas em qualquer parque público para bicicletas.

No Comments

Post A Comment