A eletrificação chega à Ford Transit | Veículos Elétricos
21589
post-template-default,single,single-post,postid-21589,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

A eletrificação chega à Ford Transit

A Ford vai revelar a sua mais recente geração de produtos Transit, conectados e eletrificados, no Salão de Veículos Comerciais de Hannover. Neste certame, a marca irá apresentar uma abrangente gama dotada de modems integrados, com destaque para a nova Transit de duas toneladas, que faz a sua estreia mundial neste salão.

A nova Transit vai receber a tecnologia mild hybrid de 48 volts, que constitui uma estreia no segmento. Disponível nas versões com caixa de velocidades manual, o sistema permite melhorar a eficiência energética e diminuir o consumo de combustível, particularmente na condução urbana de constante pára/arranca. O sistema mHEV capta a energia durante a desaceleração para uma bateria de iões de lítio, de 48 volts, usando essa energia armazenada na operação do motor e dos demais componentes eléctricos.

Outra novidade da Ford será a apresentação da versão definitiva da Transit Custom PHEV, que oferece uma autonomia elétrica de 50 quilómetros e conta ainda com um motor a gasolina 1.0 EcoBoost como extensor de autonomia. O motor EcoBoost carrega as baterias presentes a bordo quando são necessárias viagens mais longas entre paragens para recarregamento, permitindo aos operadores excelentes níveis de eficiência e flexibilidade, bem como uma autonomia total superior a 500 km.

Revelada em Hannover como produto final, a versão PHEV conta com uma bateria de iões de lítio compacta e refrigerada a líquido, colocada por debaixo do piso de carga, preservando na totalidade o volume de carga do furgão de base. O veículo apresenta o novo design interior aplicado na mais recente Transit Custom, incluindo monitores de informações dedicados a esta variante PHEV. A Ford Transit Custom PHEV deverá chegar ao mercado em 2019.

Tags:
,
No Comments

Post A Comment