Peugeot e-Legend Concept recupera espírito do lendário 504 Coupé | Veículos Elétricos
21659
post-template-default,single,single-post,postid-21659,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive

Peugeot e-Legend Concept recupera espírito do lendário 504 Coupé

A Peugeot vai apresentar no Salão de Paris o e-Legend Concept, que recupera o espírito do lendário Peugeot 504. Não obstante as linhas ‘retro’ da carroçaria, o protótipo da marca do leão materializa a sua visão do futuro do prazer de condução, assumindo a forma de um veículo desejável e irónico. O e-Legend Concept aprofunda ainda a experiência cem por cento autónoma, elétrica e conectada da Peugeot. O Responsive i-Cockpit é enriquecido para oferecer aos utilizadores uma condução envolvente, especificamente personalizada para cada um dos quatro modos de condução, incluindo dois autónomos – Soft e Sharp -, e dois manuais – Legend e Boost.

Com um comprimento de 4,65 metros, uma largura de 1,93 metros, uma altura de 1,37 metros e uma distância entre-eixos de 2,69 metros, o Peugeot e-Legend Concept apresenta-se como um coupé moderno, de linhas afiadas, que encontra a sua força nas profundezas do ADN do Peugeot 504 Coupé.

O habitáculo, por sua vez, é dominado por material digital, assentando em duas temáticas principais: rede de linhas que lembram o bronze ou redes de linhas que imitam as madeiras de ébano. Tal é transmitido nos 16 ecrãs de diferentes dimensões, tais como: um de 49 polegadas, curvo, colocado sob a barra de som, frente aos ocupantes; outro de 29 polegadas nas portas e outro de 12 polegadas em cada pala de proteção do sol. Os materiais digitais foram alvo de uma reflexão profunda para se encaixarem perfeitamente e se fundirem no habitáculo. A consola central dá acesso aos principais comandos de condução através de um controlo rotativo e de um ecrã tátil de 6 polegadas. À esquerda do volante, uma barra de botões (toggles) digitais integram comandos contextuais e configuráveis, de acordo com o modo de condução.

No que se refere à cadeia cinemática, este protótipo já traduz a visão da transição energética da marca francesa, uma vez que adota uma cadeia de tração elétrica, que compreende baterias com uma capacidade de 100 kWh, uma motorização que garante uma potência de 340 kW, distribuída pela quatro rodas motrizes. Em termos de prestações, a Peugeot anuncia uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em menos de quatro segundos e uma velocidade máxima de 220 km/h. A autonomia é de 600 quilómetros, segundo o novo ciclo WLTP, sendo possível recuperar 500 quilómetros em 25 minutos através de um carregamento rápido. O Peugeot e-Legend Concept também irá adotar um sistema de recarga por indução.   

No Comments

Post A Comment