Hyundai apresenta autocarro elétrico de dois pisos | Veículos Elétricos
23191
post-template-default,single,single-post,postid-23191,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Hyundai apresenta autocarro elétrico de dois pisos

A Hyundai apresentou o seu primeiro autocarro elétrico de dois pisos, que recebe uma bateria refrigerada a água com uma capacidade de 384 kWh. A marca anuncia uma autonomia de 300 quilómetros e um tempo de carregamento completo de aproximadamente 72 minutos.

Com um comprimento total de 12,99 metros e uma altura de 3,99 metros, o autocarro oferece uma lotação para 70 passageiros sentados, incluindo 11 no compartimento inferior e 59 no superior. O double decker da Hyundai possui três eixos, que é independente no primeiro eixo, enquanto o motor elétrico de 240 kWh (321 cv) está localizado segundo eixo para minimizar a perda de eletricidade. O veículo dispõe ainda de um terceiro eixo traseiro direcional, para facilitar as manobras.

O autocarro está também preparado para pessoas de mobilidade reduzida, uma vez que dispõe de uma rampa automática para acesso de cadeiras de rodas, dois lugares fixos e um piso rebaixado.

Os motoristas podem também contar com as últimas tecnologias de segurança como manutenção na faixa de rodagem, alerta para colisão dianteira, entre outros.

ByoungWoo Hwang, responsável pelo departamento de tecnologia avançada para veículos comerciais, comentou que “o nosso ‘double decker’ elétrico é um veículo amigo do ambiente otimizado para as novas tendências. Ele não só contribuirá para melhorar a qualidade do ar, mas também para facilitar os movimentos pendulares casa-trabalho nas horas de maior congestionamento, ao acomodar mais passageiros”.

O double decker elétrico foi revelado em Seul durante a Feira de Infraestrutura e Tecnologia de Transporte, organizada pela Hyundai Motor Company e pelo Ministério do Território, das Infraestruturas e Transportes.

No Comments

Post A Comment