Irizar ganhou dois novos contratos em Espanha | Veículos Elétricos
23278
post-template-default,single,single-post,postid-23278,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.3,vc_responsive

Irizar ganhou dois novos contratos em Espanha

O Grupo Irizar vai fornecer 33 novos autocarros elétricos para as cidades de Madrid e Vitoria-Gasteiz, na sequência da adjudicação de dois novos contratos em Espanha. Um deles foi atribuído pela entidade metropolitana de transportes da capital espanhola EMT – Madrid e diz respeito ao fornecimento de 20 autocarros de 12 metros da segunda geração do i2e, que se irão juntar aos 15 autocarros elétricos entregues no ano passado.

O novo modelo incorpora algumas das soluções desenvolvidas pela marca para reduzir o peso em dez por cento, melhorar a capacidade de transporte de passageiros e uma nova geração de baterias, mais eficientes e rápidas. As entregas deverão ocorrer ainda em 2019.

No caso de Vitoria-Gasteiz, o contrato compreende a implementação da primeira carreira totalmente elétrica e para o implementar a Irizar conta com a colaboração das empresas de construção Yarritu e LKS, as quais ficaram responsáveis pela engenharia, obra pública, sinalização, comunicação. A Irizar irá fornecer 13 autocarros elétricos ie tram com um sistema de carregamento rápido totalmente interoperável, assim como sistemas de carregamento e manutenção na estação de recolha. Sete dos autocarros são articulados de 18 metros e os restantes seis são standard de 12 metros. 

No contrato também está prevista a instalação de estações de carregamento de oportunidade interoperáveis através de pantógrafo em dois pontos da carreira. Esta solução permitirá carregar as baterias dos autocarros em apenas quatro minutos. Os primeiros veículos começam a ser entregues em meados de 2020.

Com a implementação deste projeto de autocarro elétrico inteligente, a cidade de Vitoria-Gasteiz dá um passo firme na sua aposta por uma mobilidade sustentável.  

No Comments

Post A Comment