Concessão da rede Mobi.E concluída em 2020 | Veículos Elétricos
23998
post-template-default,single,single-post,postid-23998,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Concessão da rede Mobi.E concluída em 2020

O processo de concessão da rede Mobi.E “deverá estar concluído no final do primeiro trimestre de 2020”, adiantou Luís Barroso. O presidente da Mobi.E adiantou ainda que se pretende “dar as mesmas oportunidades a todos” os operadores que venham a concorrer a um dos dez a 11 lotes que vão concurso. De acordo com a Exame Informática, os lotes terão expressão nacional e cada um terá menos de 10% dos pontos de carregamento elétricos.

Luís Barroso acredita que haverá interesse na concessão dos postos de carregamento e relembra que o consumo de energia por carros elétricos tem vindo a duplicar a cada ano que passa.

Sobre este tema, o presidente da Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos (UVE), Henrique Sánchez, relembrou que a rede pública tem um papel importante , uma vez que “há estudos que apontam para 25 a 30% das casas nacionais não estão preparadas para garantir carregamentos de carros elétricos”.

No Comments

Post A Comment