Seat Mii Electric chega a Portugal no primeiro semestre de 2020 | Veículos Elétricos
24040
post-template-default,single,single-post,postid-24040,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Seat Mii Electric chega a Portugal no primeiro semestre de 2020

A Seat anunciou o lançamento de uma ofensiva elétrica que terá como primeiro protagonista o compacto Mii Electric. Com um comprimento total de 3,56 metros, uma largura de 1,64, uma altura de 1,48 metros e uma distância entre-eixos de 2,42 metros, o citadino elétrico de cinco portas da marca espanhola recebe um sistema de propulsão constituído por um motor de 61 kW (83 cv), associado a uma caixa de relação única, e uma bateria de iões de lítio com uma capacidade de 32,2 kWh, alojada no chassis.

Graças a um binário instantâneo de 212 Nm, o Mii Electric consegue acelerar dos 0 aos 50 km/h em apenas 3,9 segundos e para atingir os 100 km/h necessita de 12,3 segundos. A velocidade máxima é de 130 km/h. A autonomia anunciada pela marca é de 259 km em ciclo WLTP, embora em circuito urbano possa percorrer 358 km com uma única carga.

A bateria demora cerca de quatro horas a recuperar a sua capacidade total numa wallbox de 7,2 kW ou num posto público normal. É possível recarregar até 80 por cento da capacidade em apenas uma hora num posto de carregamento rápido.  

O citadino elétrico da Seat estará disponível em duas versões: Mii Electric e Mii Electric Plus. O nível de entrada inclui, de série, vidros dianteiros elétricos, ESP, controlo da pressão dos pneus, fecho centralizado, imobilizador e ainda airbags laterais e de cortina, Climatronic, assistente de faixa de rodagem, reconhecimento de sinais de trânsito, ajuda de arranque nas subidas e os modos de condução SEAT Drive Profile (normal, eco, eco+), sistema Seat Connect e o cabo de carregamento modo 3 para carga através de Wallbox ou da infraestrutura pública.

No nível de equipamento acima, Mii Electric Plus, a lista acrescenta jantes de liga leve de 16”, vidros traseiros escurecidos, elementos em pele preta – volante, seletor de velocidades e travão de mão – e bancos desportivos com pesponto a branco. O nível de conforto beneficia ainda da inclusão de bancos dianteiros aquecidos, espelhos dianteiros aquecidos e elétricos, luzes de nevoeiro dianteiras e sistema de som com seis colunas.

A gama compreende ainda cinco packs de equipamento opcionais: Garage, Easy Flex, Below Zero, Home Charge e Fast (carregamento com corrente contínua – DC). 

O pack Garage acrescenta sensores de estacionamento traseiros, cruise control e luz ambiente. O pack Easy Flex inclui banco do passageiro dianteiro regulável em altura, gancho no porta-luvas, banco traseiro rebatível assimetricamente e piso duplo da bagageira. O pack Below Zero contempla bancos dianteiros aquecidos, espelhos retrovisores elétricos e aquecidos, para-brisas aquecido, sensores de chuva e de luz e coming-home. Escolhendo o pack Home Charge, o Mii contempla um cabo de carga a 2.3 kW para casa, e com o pack Fast pode ainda ter um sistema de carga combinado CCS, que acrescenta a capacidade de carga DC a 40kW.

O Seat Mii Electric terá um preço equivalente ao de um veículo do mesmo segmento com motor de combustão interna, mas com custos de utilização significativamente inferiores. Em Espanha será proposto a partir de 21.230 euros e na Alemanha poderá ser adquirido em leasing a partir de 145 euros por mês, sem entrada inicial, para um contrato de 36 meses. 

No Comments

Post A Comment