Novo Audi e-tron Sportback com 446 km de automonia | Veículos Elétricos
24422
post-template-default,single,single-post,postid-24422,single-format-gallery,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1200,side_area_uncovered_from_content,qode-theme-ver-16.3,qode-theme-bridge,wpb-js-composer js-comp-ver-6.0.5,vc_responsive

Novo Audi e-tron Sportback com 446 km de automonia

A Audi apresenta o no e-tron Sportback, um veículo 100% elétrico que combina a potencia de um espaçoso SUV com a elegância de um coupé de cinco portas. O Audi e-tron Sportback 55 quattro é composto por dois motores elétricos. Cada eixo está equipado com um motor elétrico assíncrono, que é alimentado com corrente trifásica através da eletrónica de potência.

No modo de condução “D”, a potência total é de 265 kW/360 cv e o binário de 561 Nm [consumo combinado de energia elétrica em kWh/100 km: 26,0 – 21,9 (WLTP)]. Necessita de apenas 6,6 segundos para atingir os 100 km/h. No modo “boost”, o sistema atinge os 300 kW /408 cv e binário máximo de 664 Nm durante um período máximo de oito segundos. Neste modo, o e-tron Sportback acelera de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos e a velocidade máxima é limitada a 200 km/h.

Em comunicado, a Audi refere que A grande autonomia deve-se ao design coupé, que melhorou a aerodinâmica, à bateria

de alta tensão de 95 kWh (86,5 kWh net), que funciona com uma tensão nominal de 396 volts, e ao inovador sistema de recuperação de energia. Ou seja, esta longa autonomia deve-se principalmente a um sistema de recuperação responsável por até 30% do seu valor total. Em mais de 90% das travagens, o SUV elétrico aplica apenas os motores elétricos, que atuam como geradores. Ao travar desde os 100 km/h, por exemplo, o e-tron Sportback pode recuperar a energia elétrica num máximo de 300 Nm/220 kW.

A Audi vai ainda apresentar ao mercado o e-tron Sportback 50 quattro, que oferece uma potência total de 230 kW e 540 Nm de binário [consumo combinado de energia elétrica em kWh/100 km: 26,3 – 21,6 (WLTP)]. A bateria dispensa uma ocupação do “piso” superior e cada um dos seus 27 módulos é composto por doze células prismáticas. O sistema, que pesa cerca de 120 kg menos do que a bateria do Sportback 55 quattro, fornece 71 kWh de energia bruta (64,7 kWh net). Isto permite ao SUV coupé uma autonomia de 347 km com carga completa no ciclo WLTP. O Audi e-tron Sportback 50 quattro acelera dos 0 aos 100 km/h em 6,8 segundos e tem uma velocidade máxima de 190 km/h [consumo combinado de energia elétrica em kWh/100 km: 26,3 – 21,6 (WLTP)].

Carregamento

O e-tron Sportback é proposto de série com um equipamento de carregamento que admite potências até 11 kW (até oito horas e meia de tempo de carga) de base. Através do sistema de carregamento e-tron Charging, o condutor terá mais de 120.000 postos de carregamento públicos à sua disposição na Europa, num número que continua a aumentar. Com um único cartão pode aceder a todos os postos de carregamento públicos ligados à MOBI.E, sejam em corrente alterna ou contínua, de 11 kW a 150 kW. O cliente terá de realizar o registo no portal myAudi e concluir um contrato individual. A interface myAudi permite uma utilização mais eficiente e com o

máximo de comodidade dos inovadores serviços Audi e-tron, através do smartphone, tablet ou PC.

No futuro, porém, a simplificação será ainda maior, com a funcionalidade Plug & Charge, que elimina a necessidade de ter um cartão – o próprio automóvel autoriza o carregamento e desbloqueia a estação de carga.

O sistema de carregamento móvel, de série, pode ser usado numa tomada doméstica de 230 volts ou numa tomada trifásica de 400 volts. O sistema opcional de carregamento connect duplica a potência de carregamento até 22 kW (não disponível no lançamento). Combinado com um sistema de gestão de energia em casa, oferece funções inteligentes, como o carregamento quando a eletricidade é mais económica ou com eletricidade solar, se a casa estiver equipada com um sistema fotovoltaico. O cliente pode controlar todos os métodos de carregamento, bem como o pré-aquecimento/pré-arrefecimento do habitáculo, através do seu smartphone, com a app myAudi.

Durante o carregamento a 11 kW de potência, quando a capacidade da bateria é inferior a 85%, cada hora de carga equivale a acrescentar cerca de 33 quilómetros de autonomia (em estrada e com condições favoráveis). Com essa potência, chega a 85% da bateria em cerca de sete horas. Para casas particulares com uma instalação elétrica monofásica, a Audi oferece dois tipos de carregadores portáteis. Um deles utiliza uma ficha tipo schuko – a denominação técnica das fichas domésticas –, que só pode carregar com uma intensidade de 10 ampere (2,3 kW de potência), sendo necessárias cerca de 40 horas para realizar um carregamento completo. O outro carregador requer a instalação de uma ficha industrial monofásica, que permite carregar até uma potência de 7,2 kW.

Além destes dois tipos de carregamento, o cliente pode adquirir para o seu e-tron um cabo Tipo 2 (Mennekes), para poder utilizar os pontos de carga públicos que possuem este tipo de ligação, e que se encontram na via, em hotéis e estacionamentos de centros comerciais. Este tipo de pontos de carga não está geralmente equipado com cabos, pelo que o proprietário terá de ter o seu próprio.

Opcionalmente, a Audi disponibiliza também um carregador (com ligação para ficha trifásica) que permite carregar a 22 kW de potência em AC (não disponível no lançamento). Com este tipo de carregador, a bateria pode ser totalmente recarregada em 5 horas. Para poder aproveitar este carregador de 22 kW, também é necessário equipar o e-tron com um segundo carregador interno, que seja capaz de aplicar e gerir esta potência. Para um carregamento rápido, geralmente não há necessidade de parar nas estações de carregamento durante a condução do dia-a-dia. Em viagens longas, como nas deslocações para férias, os clientes podem usar estações de recargas rápidas para carregar com corrente contínua (DC) até 150 kW. A tampa da tomada do carregador do e-tron Sportback tem acionamento elétrico.

Tags:
,
No Comments

Post A Comment